7 jogos de PS2 que mereciam uma sequência

ps2

O PS2 é o console mais vendido de todos os tempos e com uma vasta biblioteca de jogos. Ainda assim, vários deles ficaram apenas no console ou não tiveram sequência nas gereações posteriores.

Separamos 7 desses jogos que gostaríamos de ver no PS5. Aliás, clique aqui ou na imagem abaixo para comprar o Cubo Edição Limitada PlayStation!


Mortal Kombat: Shaolin Monks
Enquanto a série principal não para de ganhar novos episódios, esse spin-off porradeiro estrelando Liu Kang e Kung Lao deixou saudades em quem jogou ele no PlayStation 2.

Black
Antes dos FPS militares para consoles serem dominados por Call of Duty e Battlefield, esse jogo da EA impressionou ao trazer cenários destrutíveis e muitas missões lotadas de tiroteio em um clima absurdamente épico.

Psi-Ops: The Mindgate Conspiracy
A saudosa Midway publicou esse thriller psicológico que envolve poderes psiquícos com tiroteios em um estilo de jogo muito criativo. Seria incrível ver o que um console como PS5 poderia proporcionar em uma aventura assim.

Bully
Alvo de incessantes boatos sobre uma possível sequência até hoje, a franquia Bully da Rockstar coloca elementos de GTA em um ambiente escolar onde você controla um garoto problemático e valentão. A polêmica na época do lançamento foi tanta que o jogo chegou a ser proibido no Brasil.

The Punisher
O Justiceiro sempre foi um anti-herói para lá de polêmico, mas sempre faltou uma adaptação à altura do estilo brutal do personagem. O jogo lançado em 2004 trouxe um Frank Castle armado até os dentes e disposto a torturar inimigos para conquistar seus objetivos dentro da sanguinolenta aventura.

Okami
Desenvolvido pelo saudoso estúdio Clover da Capcom, o jogo encantou os donos de PS2 com os gráficos extremamente artísticos e sistema de jogo que remete bastante ao estilo da franquia The Legend of Zelda. Merecia outra chance na nova geração de consoles.

Rule of Rose
Um survival horror daqueles com muito terror psicológico no controle da jovem protagonista Jennifer. Durante seu lançamento, o game foi alvo de polêmicas envolvendo supostas cenas violentas até demais e de erotismo entre menores, o que foi provado não ser verdade por aqueles que de fato jogaram a obra.